Campanha para ampliar atendimento de cavalos resgatados em Pindamonhangaba, SP

 

O Santuário Filhos de Shanti, em Pindamonhamgaba, no interior de São Paulo, iniciou campanha para arrecadar R$ 200 mil reais e comprar área de 20 mil metros quadrados e, assim, ampliar a capacidade de resgate de cavalos vítimas de maus-tratos. Atualmente o santuário está situado em um terreno de 1500 metros quadrados e atende a quatro animais.

Na região do Vale do Paraíba, segundo ativista Rosângela Coelho, diretora do Santuário Shanti, é muito frequente os casos de abusos e maus tratos de cavalos e sua utilização em trabalhos desgastantes como puxar charretes, carroças e em cavalgadas na região do Vale do Paraíba.

A motivação para criar um santuário para cavalos surgiu em novembro de 2015, quando Rosângela realizou o primeiro resgate. Ela contou que a égua batizada, posteriormente, como Shanti foi encontrada prenha, desnutrida, “em pele e osso” em um assentamento do Movimento Sem Terra (MST).

Animal resgatado, vítima de maus tratos e violência

A partir daí, a ativista acabou se envolvendo cada vez mais com equinos, resgatou outros cavalos em condições precárias de saúde, vítimas de crueldade e exploração.

 

A égua Shanti

Para colaborar com a campanha clique aqui: Santuário de Cavalo

Responder