WeCreativez WhatsApp Support
Tire suas dúvidas sobre anúncios pelo site ou Aplicativo e responderemos diretamente no seu WhatsApp.
Quer ajuda para anunciar?
Para uma melhor experiência, altere seu navegador para CHROME, FIREFOX, OPERA ou Internet Explorer.
  • Seja Bem-vindo(a) ao MeuHaras!
Cavalgada : Como preservar o seu cavalo e a natureza

Cavalgada : Como preservar o seu cavalo e a natureza


 

Equitação é baseada no casal cavaleiro – cavalo. Quem gosta de cavalgada gosta de natureza, e mais do que tudo do seu cavalo. Seguem algumas dicas para deixar a experiência ainda mais mágica.

O passeio sempre deve começar ao passo. Manter o passo durante os primeiros 10 à 15 minutos permite ao cavalo de bem se descontrair, de se aquecer e de não esquentar muito na saída do haras. Na volta, manter o passo permite ao cavalo de voltar à uma respiração normal, estar calmo na hora de voltar na baia, e de fazer secar a transpiração.

O passo é uma andadura que permite de antar aos 6-7 km por hora, que não é cansativa para seu cavalo e permite de bem o controlar. Prioriza o passo para trechos mais difíceis como caminho muito estreitos, galhos baixos, chão muito mole, etc., por ser a andadura que o cavalo fica mais estável. No passo, o cavalo tem ao menos 3 membros no solo.

Ao trote, você vai andar à uma velocidade de 14 à 16 km por hora, em média para um trote médio. Permite de aquecer o cavalo, trabalhar a respiração e o músculo. Se você sente o seu cavalo distraído, o trote pode ser uma boa solução, fazendo bastante transições com passo e galope.

Finalmente, quem não resiste à um galope em plena natureza, verdadeiro momento de liberdade? O galope tem uma velocidade de 20 à 25 km por hora, e tem que permanecer um momento de prazer para o cavaleiro e o cavalo. Para isso, mesmo se o momento é mágico, mantem um controle total sobre seu cavalo, você tem que poder voltar ao passo quando você precisar.

Poupe o seu cavalo, o galope é uma andadura exigente. Não hesite em ficar em equilíbrio em cima dos estribos para aliviar os posteriores. Também, para não cansar muito o seu cavalo, muda de pé no galope. No ideal, tem que galopar o mesmo tempo na esquerda do que na direita.

Prefere períodos curtos de galope, e evita de galopar sempre no mesmo lugar, pois seu cavalo pode esquentar sentindo o momento do galope chegar, e você poder ter mais dificuldade em controlar.

como preservar o seu cavalo e a natureza cavalo cabresto cavalgada equitação hipismo haras passeio a cavalo

como preservar o seu cavalo e a natureza

Para o trote como no galope, presta atenção ao solo. No ideal, deve ser claro, macio e regular. Também, tem que ter uma boa visibilidade para deixar o passo para o trote ou galope. Se você está no asfalto, prioriza o passo, e evita o galope.

Na natureza, prefere um solo livre onde você pode enxergar onde seu cavalo pisa. Evita as pedras e toda outra coisa que poderia machucar que estaria escondido no mato: pedaço de ferro, lixo, buracos feitos por animais ou solo muito deslizante.

Evite solo muito mole, como terreno agrícola, por solicitar muito os tendões.

equitação rural tambor equitação hipismo cavalo

Equitação e natureza

A natureza é um quadro muito agradável para montar a cavalo. É por isso que é muito importante de respeita-la: evite pisar em broto e novas árvores.

Se você passeia durante varias horas, ou que você prevê algum momento de pic-nic, lembra de levar um cabresto para poder tirar o bridão, para que o seu cavalo possa pastar à vontade. Cuidado com a segurança: verifique que não tenha planta tóxica por perto, e fique longe da estrada e lugares de passagem.

 

Consulte o artigo Cavalgada : o bom equipamento

 

O exterior também está caraterizado por desníveis. Nas subidas, mantém seu corpo em equilibro ligeiramente para frente, para aliviar os posteriores. Não puxa na rede por que o cavalo precisa do seu pescoço para se equilibrar.

Nas descidas, não se inclina para frente, senão seu cavalo poderia tropeçar, nem muito para tráz. Mantpem o seu corpo na vertical, e reduz a velocidade.

Quando voltar do passeio, não esquece de tratar bem o seu cavalo. Faz uma inspecção geral do seu cavalo para ver se não tem ferridas. Verifique bem os membros, mas se você passou em lugares onde tem galhos baixos, olhe bem o corpo todo. Limpe bem os cascos e vê o estado da ferradura.

Dê banho para o seu cavalo, isso vai massagear e relaxar os músculos.

Por último, verifique que o seu cavalo tem água a vontade na baia.

Cuidar do seu cavalo - dar banho equitação hipismo ducha haras cavalo

Cuidar do seu cavalo – dar banho



Fonte do Artigo




Topo
>