WeCreativez WhatsApp Support
Tire suas dúvidas sobre anúncios pelo site ou Aplicativo e responderemos diretamente no seu WhatsApp.
Quer ajuda para anunciar?
For a better experience please change your browser to CHROME, FIREFOX, OPERA or Internet Explorer.
  • Seja Bem-vindo(a) ao MeuHaras!
O exercício do famoso cavaleiro e adestrador Jean d’Orgeix

O exercício do famoso cavaleiro e adestrador Jean d’Orgeix


O famoso cavaleiro e adestrador Jean d’Orgeix, com a eguá Penny, filha do campeão do mundo de salto Zandor 2.

Repara: o cavalo aprende a parar antes, e depois do salto, para garantir um perfeito controle entre os obstáculos, e sobre tudo o equilíbrio. O equilíbrio é uma noção muito importante tanto para o salto quando o adestramento, montado.

Isto ensina ao potro a respeitar as ordens do adestrador, e tira toda forma de aceleração na frente do obstáculo: respeitar o obstáculo e se reequilibrar apos o obstáculo. Montado, nos pediremos este equilíbrio apos cada obstaculo, porém sem parar. Graça ao exercício, o cavalo já terá assimilado esta noção e automaticamente voltara em equilíbrio apos e antes do obstáculo.

Este exercício permite também de fazer que o cavalo levanta a espada e prepare ele para os exercícios de ginástica ao salto.

Agora consulte os exercícios de salto na guia e o material a usar para o trabalho na guia

E muito importante de não fazer saltar os jovens cavalos com velocidade, para que eles não estejam obrigados a reagir na ultima hora para saltar. Esta precipitação poderia deixar o cavalo em panica. O cavalo precisa observar para avaliar o salto.

A vantagem do salto na guia, é que ele permite ao cavalo de ajustar sozinho o lance no galope, e de fazer entrar em jogo reflexos e força de propulsão em função do obstáculo a saltar. E muito importante que o cavaleiro ou treinador seja o mais discreto possível e não atrapalha o movimento do cavalo.

Não levanta a mão durante o salto. Poderia assustar o cavalo e atrapalhar o seu movimento. Qualquer tensão na embocadura pode levar o cavalo à levantar a cabeça e cavar as costas.

Acontece em algumas situações que o cavalo começa a puxar bem forte para o exterior do círculo, nos arrastando junto.

Neste caso, trabalha em uma pista circular se tiver uma a disposição. Assim, o cavalo não terá por onde fugir e, abrindo aos poucos os dedos na guia, o cavalo irá parar de brigar.

Se não tiver, paciência. Não pede o trote sem que o passo seja perfeitamente controlado, e mesma coisa para o galope. Nos casos de emergência, puxa com a guia a cabeça do cavalo para o interior do círculo, e empurra o quadril para fora do círculo. O cavalo deveria voltar no círculo.

Claro, se o cavalo começa a te arrastar e fugir do seu controle, solta tudo. Pois, o cavalo é um animal muito pesado e forte, poderia te arrastar no chão ou queimar sua mão com a guia.

salto na guia

salto na guia

O cavalo é um animal muito forte, a segurança vem sempre em primeiro

No caso que o seu cavalo passa rapidamente do passo ao trote, ou trote para o galope sem você ter pedido, ou fica nervoso, toma cuidado em diminuir os movimentos com o chicote, e se posicionar mais na altura da cabeça do cavalo. Usa também a voz calma, fala com seu cavalo para ele relaxar aos poucos. Sobre tudo: dá umas ordens simples e sem agitação.

Pode também soltar um pouco seu cavalo antes da sessão.

Acontece muito. Mantém o movimento, não deixa diminuir o ritmo. Usa também o chicote para empurrar ele para o exterior do círculo: dirija o chicote para a espada. Pode também fazer ondulações com a guia.

Trabalha quando puder em uma pista circular, onde será mais fácil visualizar o círculo. Se não tiver, usa uns cones para materializar o círculo, e onde você deve permanecer.

Não deixa a guia afrouxar, pois o cavalo pode pisar em cima.

 

 



Fonte do Artigo

Pesquisar




Top Baixar App
Baixar App
>